Invista no bem-estar corporativo.

O bem-estar do funcionário impacta diretamente nos resultados da empresa. Um clima organizacional bem estruturado, que ofereça oportunidades de crescimento e um olhar cuidadoso para a qualidade de vida proporciona pessoas mais produtivas e mais felizes no trabalho.

Investir em programas de saúde mental, oferecendo ações práticas de bem-estar criam um ambiente mais saudável. Aposte também em pesquisas de satisfação e sugestões: abrir diálogo e demonstrar transparência traz mais segurança aos colaboradores para participarem dos processos. Um ambiente onde o funcionário se sente valorizado contribui para o desenvolvimento profissional e para o crescimento da empresa.

Como tornar sua loja mais acolhedora?

Tornar a sua loja um ambiente acolhedor e agradável é fundamental para atrair os clientes. Além de bons produtos e atendimento qualificado, é preciso oferecer ao seu público uma experiência completa e para isso nada melhor do que ativar os sentidos. Confira algumas dicas que a #Merkator separou para você.

1. A temperatura do ambiente precisa ser confortável de acordo com o clima local.

2. Decoração adequada que deixe os produtos visualmente organizados.

3. Invista em aromatizadores para deixar o ambiente limpo e com cheiro agradável.

4. Música ambiente com uma trilha que atenda ao seu público, em volume adequado.

O que achou dessas dicas? Conte aqui nos comentários!

Exportações de calçados em recuperação.

Uma ótima notícia para o setor calçadista brasileiro: de acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), no primeiro semestre de 2021 as exportações de calçados somaram US$ 389 milhões. As altas são de 17,7% em receita e de 32,3% em volume no comparativo com o mesmo período do ano passado.

Foram comercializados 57 milhões de pares e o principal exportador de calçados do primeiro semestre foi o Rio Grande do Sul.

Confira a matéria completa em: https://bit.ly/3yRZ9Gi

Conheça o projeto que ajuda pequenas empresas a exportarem.

Um impulso para microempreendedores: o Sebrae e a CNI (Confederação Nacional da Indústria) lançaram o “Ajude Aqui”, uma ação do Programa Indústria Global, que vai oferecer consultoria gratuita on-line sobre o comércio exterior para os pequenos negócios que pretendem exportar. A iniciativa vai auxiliar as empresas no processo de internacionalização, com foco em aumentar a maturidade de gestão, além de mostrar que é possível vender para o mercado externo.

Muitos ainda acreditam que a exportação é apenas para grandes empresas, mas com a orientação correta para a realização dos procedimentos de internacionalização é possível embarcar em novos mares, gerando receita com moedas fortes. Para quem quiser saber mais, acesse o site do Ajude Aqui: https://bit.ly/3AgyfJT 

Você sabe como conduzir um feedback?

O feedback é uma das práticas mais utilizadas para comunicar resultados dentro das empresas. O retorno aos colaboradores é fundamental para o acompanhamento do trabalho e pode alavancar os resultados de uma equipe. No entanto, é preciso ser conduzido de maneira correta e respeitosa. A #Merkator indica 3 sugestões de como ele pode ser executado.

1. Prepare o ambiente
Para que você possa ter uma conversa tranquila e sem interrupções com o colaborador, organize um ambiente acolhedor para realizar o retorno.

2: Seja objetivo
Sem frieza, mas de modo prático, exponha os pontos positivos e a melhorar com clareza.

3: Fique atento à abordagem
Ao apontar algum ponto de melhoria, é importante também valorizar e ressaltar os pontos positivos de ações e atitudes.

O que achou dessas dicas? Conte aqui nos comentários!

Inspire-se em 3 personalidades femininas que exercem posições de liderança.

A representatividade feminina em cargos de liderança no mundo nunca foi tão alta, mas ainda temos que avançar. Segundo os últimos dados de pesquisa do IBGE, aqui no Brasil, apenas 37,4% dos cargos gerenciais são ocupados por mulheres. A #Merkator separou 3 personalidades femininas que exercem posições de liderança para incentivar novos talentos e inspirar empresas a apostar na diversidade. Vamos lá?

1. Luiza Trajano
A presidente do conselho de administração do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil é uma das maiores referências empresariais e do setor varejista no Brasil.

2. Paula Paschoal
A CEO do PayPal Brasil é conhecida por ser uma das líderes mais ativas pela inclusão feminina no mercado.

3. Ana Karina Bortoni Dias
A CEO do BMG é a primeira executiva de um banco no país.

Tem mais alguma liderança empreendedora que você considera uma inspiração? Conta aqui pra gente, vamos trocar experiências!

O empreendedorismo ganha força entre os jovens brasileiros.

O empreendedorismo brasileiro ganhou força nos últimos tempos. Entre janeiro e abril deste ano, 1 milhão de pequenas e micro empresas foram abertas no país. E um levantamento realizado pela Globo chama atenção: 24% dos jovens das classes A, B e C com até 30 anos já são empreendedores e 60% querem ter um negócio próprio no futuro. Autonomia no trabalho, independência financeira e a vontade de oferecer um produto/serviço inovador no mercado são os desejos dessa parcela significativa da juventude.

Abrir um negócio é sempre um grande desafio, por isso, para quem está começando é importante realizar um plano de negócios, com metas estratégicas e financeiras. Procurar orientação especializada é sempre uma boa pedida.

Aproveite a diversidade da moda e aposte nos nichos de público.

A moda é um segmento muito diverso e democrático, que abre possibilidades para atender diferentes nichos de público. Moda feminina, sem gênero, plus size e muito mais: são várias possibilidades para o varejo de roupas, sapatos e acessórios.

Nesse mercado cada vez mais segmentado, é importante entender o seu público para oferecer o que ele deseja. Estruturar a sua loja online para atender seus clientes de forma ágil e assertiva é fundamental para o sucesso do seu negócio.

Aposte em uma boa plataforma de e-commerce, que garanta usabilidade aos seus clientes, invista em imagens de qualidade, com boas fotos dos seus produtos para divulgação e potencialize a sua presença digital nas redes. Com essas ações, você tem mais chances de garantir boas vendas.

Um case de sustentabilidade para inspirar.

A Magazine Luiza vai instalar pontos de coleta de lixo eletrônico em 33 lojas físicas da Grande São Paulo. Nesses locais, será possível descartar itens como fones de ouvido, secadores de cabelo e aparelhos de TV. A intenção é estender a iniciativa para todo Brasil até o final do ano. A ação é uma parceria com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (ABREE).

Movimentos como esse, voltados para a sustentabilidade, são estratégicos para atrair investidores e reforçar uma boa reputação da marca. De acordo com dados do relatório The Global E-waste Monitor 2020 da ONU, o Brasil é o líder na América Latina em produção de lixo eletrônico, com 1,5 toneladas e apenas 3% de reciclagem desse montante.

Você já pensou em como esse tipo de atitude ambiental pode impactar o seu negócio? Conte aqui pra gente nos comentários!

Varejo: a importância de mudar.

Uma boa notícia para o mercado: as vendas do comércio varejista estão crescendo, de acordo com o IBGE. O setor acumula crescimento de 4,7% no ano e de 3,6% nos últimos 12 meses. Das 8 atividades pesquisadas, 7 tiveram aumento nas vendas na passagem de março para abril. A maior alta foi em móveis e eletrodomésticos (24,8%), seguida de tecidos, vestuário e calçados, de 13,8%.

Segundo a pesquisa, a pandemia tem provocado mudanças no calendário de promoções do comércio. No último mês de abril, as grandes lojas direcionaram o foco na receita de consumo das famílias.

Com um cenário tão desafiador, é importante que o varejo se adapte às novas tendências e comportamentos dos consumidores, com flexibilidade para mudar o seu modelo de negócio se for necessário.

Conta pra gente: quais foram as adaptações que você precisou fazer no seu varejo nesses últimos tempos?