Comece a inovar seguindo estas 3 dicas!

Inovar é um verbo que todo gestor já falou ou já usou, mas o quanto realmente foi inovado? Pois entre falar e começar existe um abismo. Para você ter um norte e iniciar a busca por perspectivas novas, essas 3 dicas vão auxiliar bastante. Elas combinadas impulsionam qualquer negócio.

* Observação: o observador reconhece os movimentos ao redor e nota as mudanças. Essa característica ajuda a visualizar novas ideias e tendências de mercado que virão. Observando as oportunidades, você capta ideias para agregar no negócio e como renovar serviços, métodos e até produtos.

* Proatividade: inovar e inércia não coexistem. É preciso buscar, pesquisar, viajar e implementar para renovar-se. É essencial a proavitidade para, de fato, encontrar novas perspectivas e descobrir as possibilidades que sempre surgem na indústria. Ação e foco é o que impulsiona até a inovação.

* Arrisque: não existe inovação sem correr riscos. Esse é um processo de tentativa e erro, às vezes pode dar certo de primeira e às vezes não. O importante é estudar e implementar, porque o risco de agora pode se tornar em um grande acerto para o futuro.

5 mudanças no comportamento dos eventos

O mundo DC, depois do COVID-19, certamente vai modificar o comportamento dos organizadores de evento e, claro, as interações dos participantes em feiras, congressos, etc. O relatório da UFI – The Global Association of the Exhibition Industry mostra diversas transformações que o segmento deve acatar para manter o cronograma em dia. A Merkator separou 5 para você já notar as diferenças.

* Adaptar o processo de credenciamento para reduzir o contato físico, incentivando o registro on-line sempre que possível e levando o crachá impresso de casa;
* Definir uma equipe de controle de notícias que acompanhe o período pré, durante e pós evento, recebendo todas as informações locais e rumores que possam ocorrer;

* Monitorar a multidão em tempo real com tecnologia que identifica participantes e locais mais movimentados através de pulseiras, aplicativos de mapa de calor, etc;
* Adaptar frequência do descarte dos resíduos no espaço onde ocorre o evento;
* Ativar política e conscientização de não contato, com saudações alternativas sem contato físico, pagamentos sem contato físico, espaços especiais, etc.

O que você achou dessas mudanças?