Responsabilidade social empresarial, uma contribuição com propósito

Você já ouviu falar em responsabilidade social empresarial? Esse conceito cada vez mais difundindo entre empresas de todos os setores e tamanhos trata-se de uma postura ética de retribuir e auxiliar no desenvolvimento da sua comunidade de forma sustentável. Para além dos seus produtos ou serviços, as companhias que adotam essa postura criam novas oportunidades que geram bem-estar e renda no seu entorno.

Uma empresa socialmente responsável implementa projetos para o bem-comum, e não apenas para o próprio bem ou para impulsionar única e exclusivamente o seu negócio. Ser socialmente responsável é fazer não só porque é obrigatório ou porque “fica bem” para a marca, mas sim por considerar uma ação relevante e com propósito.

E você, já pensou que essa pode ser uma realidade para o seu negócio? Conta aqui pra gente, vamos trocar experiências! #Merkator

Trabalho híbrido: uma tendência que veio para ficar

Passado mais de um ano de pandemia, o trabalho híbrido se apresenta como uma forte tendência no mundo corporativo. Esse modelo que alterna na semana entre dias no escritório e dias em home office tem se mostrado vantajoso para as empresas: o escritório físico pode ser agora em um espaço menor e mais barato, por exemplo. Mas para esse sistema dar certo, é preciso entrar de cabeça em uma nova mentalidade.

As empresas agora necessitam desenvolver uma liderança que esteja aberta a testar novas possibilidades de comunicação e colaboração. Também é indispensável oferecer às equipes condições tecnológicas para que trabalhem com eficiência em diferentes lugares. Por isso, vale destacar: mais do que nunca a gestão será peça fundamental para organizar esses novos modelos de trabalho.

Conte pra gente, deixe aqui nos comentários: qual o modelo de trabalho que a sua empresa está adotando?

Dicas de atitudes empreendedoras

Ser empreendedor envolve conhecimentos técnicos e adquiridos, mas não só isso: é preciso ser norteado por posturas e ter uma visão de quem busca soluções e oportunidades mesmo em um cenário de crise. Quer adotar atitudes empreendedoras na sua rotina? Então confira essas dicas que a Merkator separou para você. 

  1. Busque conhecimento
    Estude, atualize-se e esteja aberto para desenvolver novas habilidades.
  2. Desenvolva a liderança
    Identifique habilidades em seus colaboradores, conduza e desenvolva pessoas.
  3. Saiba identificar tendências
    Seja proativo e fique ligado no que está acontecendo no mercado.
  4. Seja curioso
    A curiosidade impulsiona o empreendedor a descobrir novas oportunidades, estimula a vontade de aprender e conhecer outras realidades a serem aplicadas no negócio.

    A atitude empreendedora pode ser o seu diferencial, tanto como idealizador de um novo negócio como colaborador de uma empresa. É uma mentalidade que pode ser desenvolvida e que impulsiona as chances de sucesso. Gostou das dicas? Deixe um comentário e compartilhe com os seus parceiros de negócio.

3 livros sobre estratégia que você precisa ler

Que tal ampliar os conhecimentos a partir da experiência de especialistas? A Merkator separou 3 sugestões de livros sobre estratégia para que você possa potencializar o seu negócio.

1: “Marketing 4.0 – Do tradicional ao digital”, de Philip Kotler
O livro ajuda a entender os caminhos do consumidor na era digital e como adotar um conjunto novo de métricas e práticas de marketing.

2: “A estratégia do Oceano Azul”, de W. Chan Kim e Renée Mauborgne
Propõe um novo modelo para elaborar estratégias, onde o foco não está em disputar com os atuais competidores, mas sim em criar novos mercados.

3: “Estratégia Competitiva – Técnicas Para Análise de Indústrias e da Concorrência”, de Michael Porter
Analisa a complexidade da competição na indústria e oferece uma nova perspectiva em relação a como o lucro é criado e dividido.

E se você tiver alguma outra indicação de leitura, conta aqui pra gente!

Conhecer o cliente é fundamental para o sucesso do seu negócio

Um dos grandes desafios do empreendedor é conhecer bem o seu cliente, uma estratégia fundamental para alcançar bons resultados para o seu negócio. No entanto, esse consumidor está em constante mudança, por isso desvendá-lo exige flexibilidade. É aí que entra o bom relacionamento: entender quais são as características do seu público, preferências, hábitos, motivações e desejos. É um processo contínuo de escuta e pesquisa. As mídias sociais também se tornaram um ótimo canal de comunicação e podem ser utilizadas para captação de novos e potenciais clientes.

Atualize os dados dos seus clientes periodicamente para que você possa acompanhar a evolução do seu consumidor. Esteja atento aos padrões de comportamento do seu público, mas sempre com um olhar sensível para a diversidade. Por fim, conhecer os concorrentes que oferecem produtos ou serviços semelhantes aos seus também ajuda a compreender os seus próprios e potenciais clientes. Com essas medidas, você consegue ser mais assertivo na sua entrega e conquista melhores resultados.

Você já ouvir falar em job rotation?

Você já ouviu falar em job rotation? É uma estratégia adotada por organizações que desejam potencializar o aprendizado e o aproveitamento máximo de seus funcionários. Funciona assim: o colaborador é alocado em diversas áreas para que ele se torne um profissional com mentalidade ampla sobre o funcionamento da empresa. A ideia é que ele esteja preparado para assumir qualquer posição dentro da companhia, com mais maturidade profissional para encarar as novas demandas de consumidores exigentes, sem mencionar o fato de que essa é uma das melhores maneiras de trabalhar o espírito de liderança.

Outra vantagem dessa técnica é que estimula o espírito de liderança e torna o ambiente de trabalho mais dinâmico e desafiador, retendo os melhores talentos do mercado.

Para implementar o job rotation em sua empresa você vai precisar acionar o departamento de Recursos Humanos para elaborar um levantamento das competências dos colaboradores, além de uma avaliação de cada setor onde serão realizadas as dinâmicas e, por fim, destacar mentores que irão acompanhar o projeto. Com a metodologia em prática, você expande os conhecimentos do seu time e melhora os resultados do seu negócio.

6 dicas de controles financeiros básicos

Controles financeiros são essenciais para a gestão do capital de giro da sua empresa, por isso é tão importante realizar um acompanhamento diário. Com as finanças em dia, você tem mais tranquilidade para fazer novos investimentos e melhorias. Se você está começando a empreender, a Merkator separou 6 rotinas básicas que vão te ajudar a garantir a boa saúde financeira do seu negócio.

1. Controle diário de caixa
Registra todas as entradas e saídas de dinheiro, além de apurar o saldo existente no caixa.

2. Controle diário de vendas
Esse controle ajuda o empresário a tomar decisões diárias para que as metas sejam alcançadas.

3. Controle de contas a receber
Ajuda a estimar os valores que serão recebidos e acompanha possíveis atrasos de clientes.

4. Controle de contas a pagar
Auxilia na organização para que você não perca o prazo de pagamento de nenhum dos seus compromissos financeiros.

5. Controle de estoques
Evita desvios, fornece informações para reposição dos produtos vendidos e ainda facilita uma possível redução dos produtos parados no estoque.

6: Controle bancário
Acompanha os registros da empresa e os lançamentos gerados pelo banco, além de gerar informações sobre os saldos bancários existentes.

Com esses passos fica mais fácil administrar o capital de giro de maneira eficiente, evitando dores de cabeça com problemas financeiros.

Como gerir melhor o seu tempo?

Responda com sinceridade: você é um bom gestor do seu tempo? As demandas cotidianas são muitas, as atividades se acumulam, reuniões e imprevistos de última hora são comuns durante o dia. Quando esse turbilhão se apresenta, muitos se perdem nas prioridades e esse cenário pode desencadear até mesmo ansiedade. Que tal se organizar? A Merkator te dá 3 sugestões de ouro.

1. Planeje o seu dia
Comece o dia mapeando as tarefas, assim você tem ideia de quanto tempo cada atividade demanda.

2.Priorize atividades
Faça o que realmente importa, execute primeiro as tarefas que necessitam de entrega urgente.

3. Evite distrações
Mantenha o foco, evite interrupções.

Empreender não tem idade

Você acredita que existe uma idade ideal para empreender? De acordo com um estudo americano, não. Pesquisadores do Instituto Politécnico Rensselaer apontaram que os empreendedores na casa dos 50 anos mostraram maior sucesso financeiro e nível de satisfação do que os de faixas mais jovens. O que faz a diferença? Capital e experiência.

A idade não tem influência na sobrevivência de uma empresa. Por isso é importante valorizar a trajetória profissional, as habilidades e conhecimentos desses empreendedores.

Você já ouviu falar em felicidade corporativa?

Você já ouviu falar em felicidade corporativa? Com a pandemia esse tema ganhou força e nada mais é do que nutrir um ambiente de trabalho leve, que permita aos funcionários exercer suas melhores habilidades, sentindo que sua contribuição é importante para o atingimento de metas da empresa.

Aumento dos salários, promoções de cargos, bônus ou benefícios são importantes para a valorização do time, mas ter um espaço de fala, com programas de bem-estar e saúde mental são fundamentais para promover a felicidade corporativa.

É preciso que o colaborador se sinta pertencente ao grupo. A ideia é que a felicidade não venha apenas do que se recebe, mas também de como se sente. Está ligada ao sentimento de valorização e trabalho significativo. Investir em atividades de bem-estar apoiam o desenvolvimento da equipe.