Timing para saber o momento certo, flexibilidade para repensar a estratégia da empresa

O dinamismo do mercado tem ficado cada vez mais maleável, mudando as velas do negócio rapidamente. E quem está nele, precisa se adaptar de forma ágil aos fatores políticos, econômicos, tecnólogicos e sociais que proporcionam essas mudanças. Agora com as marcas imersas no universo digital, essas atualizações são crônicas, pois sempre há uma novidade e alguma ação a ser buscada.

Por isso, é necessário que a empresa esteja sempre aberta para repensar sua estratégia, de olho no que acontece lá fora. A inquietação precisa ser fortificada diariamente com questionamentos: este é o caminho certo? A missão está sendo cumprida? Quais medidas são necessárias para corrigir os rumos do negócio? O que os consumidores sentem e o que precisam?

A organização interna deve estar bem estabelecidade porque o planejamento pode ser alterado. E o timing na era digital é fundamental.

Desafio coletivo: colocar em prática os objetivos do desenvolvimento sustentável

Em 2016 foram desenvolvidos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável com 169 metas para a agenda de 2030. São ações coletivas que vão desde a consciência ambiental até a erradição da pobreza, medidas urgentes para transformar o mundo em um lugar mais inclusivo.

Essas atitudes são essenciais não só para essa, mas para as futuras gerações. Afinal, as práticas que estão sendo desempenhadas agora terão um efeito direto no futuro. Por isso, o engajamento de governos, setor privado, sociedade civil e cidadãos comuns são fundamentais para essa mudança mais do que precisa.

Ficou curioso? Quer saber como juntos podemos melhorar o cotidiano? Clica no link e confira: https://bit.ly/2HoU43p

É com sustentabilidade, oportunidade, saúde, empatia e equidade que vamos transformar o mundo!

É hoje! Já começou a #ZeroGrau2020

Finalmente chegou o grande dia e podemos comemorar juntos esse início de feira. Você ao lado da Zero Grau estão protagonizando uma retomada merecida que vai render excelentes resultados para marcas, lojas e mercado. É essa coragem e resiliência que vai fazer o setor voltar a prosperar!

A #ZeroGrau2020 já começou. Não esqueça de baixar o app para visualizar todas as informações necessárias: linktr.ee/feirazerograu

Aproveite ao máximo esse reencontro para vivenciar tudo novo de novo.

4 dicas de ouro para aperfeiçoar a gestão da sua empresa

A gestão de um negócio é um desafio. Afinal, manter departamentos conectados e focados nas metas, estar sempre incentivando colaboradores, atento às mudanças mercadológicas e manter-se motivado demanda muita energia. Mas, se ama o que faz, isso se torna uma diversão.

Com essas 4 dicas infalíveis, você vai conseguir gerenciar melhor, organizando pensamentos nos devidos lugares. Imprima ou anote, mas deixe sempre por perto para nunca desviar os olhos desses conselhos de ouro!

* Comunicação interna:
Todos os processos se dão por conta dela. Quanto mais a comunicação for clara, direta e embasada, mais efetiva ela será, proporcionando um melhor direcionamento aos colaboradores e sintonia entre toda a equipe. É essencial que todos estejam na mesma página.

* Reforce processos:
Você consegue facilmente distinguir amadorismo do profissionalismo, basta observar os processos. Uma empresa profissional possui processos, no qual todos os colaboradores conhecem e naturalmente fazem fluir. Esse elemento essencial deixa o dia a dia mais fácil, otimizado e seguro.

* Independência:
Profissional que tem independência para realizar suas atividades, se sente muito mais motivado e livre. Fomente essa liberdade demonstrando confiança na equipe, dessa forma, você vai notar o crescimento do colaborador quando ele for solucionar problemas com mais criatividade e vigor. Confie!

* Renove-se:
Esteja sempre atento às transformações do mercado. Ele muda cada vez mais rápido e você precisa estar bem conectado para não ficar para trás. É um trabalho contínuo, mas que traz resultados para o seu negócio, mantendo ele ativo na competição.

Nota de posicionamento

A Merkator acredita que seu papel é potencializar negócios entre marcas, fabricantes e lojistas. Desde 2003, com a criação do SICC e posteriormente da Zero Grau e 40 Graus, atua para criar e fortalecer relações que vão além do business, entendendo que estar próximo e ser empático permite gerar benefícios para todos.

Toda marca que participa dos eventos, expondo seus produtos nas feiras, sabe que o investimento realizado tem como objetivo receber visitantes para negociações, lojistas oriundos de todos os estados do Brasil e importadores de diversos países. O investimento de cada marca é o investimento da Merkator para potencializar os negócios.

Neste ano, com uma pandemia surpreendente, a Merkator tornou o SICC em uma feira virtual, estando ao lado de cada um dos expositores, buscando encontrar alternativas para que estivessem próximos dos lojistas. O investimento foi pesado, trazendo grandes nomes do mercado e criando uma plataforma para que cada marca pudesse expor seus conceitos, ideias e coleções, para assim ganhar o mercado nacional e internacional. A Merkator não mediu esforços para movimentar a economia e sabia que seria um ano cheio de desafios.

Recentemente, a felicidade tomou conta da Merkator ao receber o comunicado de liberação dos órgãos responsáveis para a realização da Zero Grau, com orientações e protocolos que garantem a saúde e segurança de todos presentes na feira.
Em contrapartida, a Merkator foi surpreendida pelo movimento de algumas marcas que, alegando risco de saúde e contaminação pelo coronavírus devido a circulação de pessoas, cancelaram suas participações. A Merkator compreende, respeita as decisões e não mede esforços para viabilizar a feira com todos aqueles que acreditavam na sua importância e segurança. Só que este movimento se mostrou totalmente incoerente, a partir do momento que estas marcas passaram a organizar eventos e showrooms em suas fábricas, convidando lojistas para se fazerem presentes, estes que estão tendo viagens subsidiadas pela Merkator, sindicatos parceiros e por cada um dos expositores que se farão presentes na Zero Grau. Inclusive, estas mesmas marcas que decidiram não fazer parte dessa edição da feira, realizaram notas em suas redes alegando que não participariam para se preservarem e preservarem suas equipes em relação ao COVID-19. Portanto, a Merkator repudia este comportamento e entende como uma ação injusta e que enfraquece o mercado para todos.

Você, lojista que está vindo para a Zero Grau, valorize, visite e faça negócios com os expositores da feira. Eles sim estão acreditando que é preciso unir forças para que todos saiam deste momento de crise. Eles estão investindo em você para que seu negócio cresça e se fortaleça.

Toda a Merkator e cada um dos expositores presentes na Zero Grau espera por você nos dias 16, 17 e 18 de novembro, no Serra Park, em Gramado.

É hora de vivenciar tudo novo de novo.

Um abraço e bons negócios.

Quem investe no colaborador, investe no sucesso do negócio

O colaborador está na fronte de batalha. Ele é a cara da marca. É a ligação que o cliente faz com seu negócio. Por isso, investir nesse profissional é fundamental para a saúde da empresa. Afinal, não basta exigir o melhor potencial senão proporciona ferramentas para seu crescimento. A valorização de um funcionário não é somente dele, mas é um retorno para a gestão também. Seu crescimento significa crescimento para a marca, ou seja, um desenvolvimento em conjunto.

Por isso, o incentivo é o caminho ideal. A motivação começa no elogio do trabalho, ou mesmo na crítica construtiva, até a indicação de qualificações para ele se aprimorar. Sempre frisando que a companhia acredita nele, por isso quer seu progresso enquanto pessoa e trabalhador.

O colaborador importa, tenha em mente que sua equipe é o maior aditivo do negócio.

Cuidado pessoal precisa ser um ritual!

Provavelmente você vem escutando cada vez mais a palavra skincare, um cuidado essencial popularizado hoje em dia pelos influenciadores. Mas agora, para além do rosto, os consumidores estão em busca de cuidados com mãos e pés também.

A tendência pesquisada pelo WGSN aponta que as pessoas estão cuidando

minuciosamente e em tempo integral desses dois extremos, com tratamentos noturnos com aromas relaxantes para ajudar a dormir e acalmar a mente. Isso, principalmente, por conta do coronavírus, que tornou em necessidade essencial a higienização e hidratação constante dessas partes.

Ou seja, cada vez mais há procura por produtos com efeitos terapêuticos e imersivos, ganhando destaque até 2023. Matérias-primas como camomila, lavanda, cogumelos, óleos naturais em geral serão o foco a partir de agora do público.

A venda precisa ser uma experiência incrível

Não é de hoje que a palavra “experiência” não sai da boca dos gestores, influenciadores e analistas. Porque realmente é essencial! Os consumidores estão tomando um caráter exigente, buscando por serviços/produtos que realmente toquem o coração, proporcionando sensações além da compra em si. E, mesmo parecendo uma estratégia abstrata, a experiência pode estar no ponto de venda, na abordagem com o consumidor, na comunicação do negócio, no pós-venda ou nos diferenciais do produto.

Mas, para chegar lá, você pode seguir 4 regrinhas essenciais que ajudam nesse processo:

* Ouça seu cliente, ouça o cliente de outras marcas, entenda o que eles esperam e faça;

* Foque no seu propósito e seja guiado por ele, com certeza vai achar respostas;

* Desenvolva a experiência com uma equipe interdisciplinar, trazendo pontos de vista diferentes para o projeto;

* Encontre seu nicho e invista em experiências que este público precisa.

É um trabalho de descoberta, com erros e acertos. Mas com a estratégia certa e o time certo, podem sair experiências incríveis do seu negócio!

Identidade visual: sua loja virtual tem?

O e-commerce hoje é sem dúvidas o maior aliado das marcas. Uma alternativa fundamental para quem não quer investir em espaço físico, para quem quer proporcionar opções ao consumidor e, claro, quem quer facilitar a vida do cliente. Mas não basta simplesmente ter uma loja virtual, é preciso pensar na loja virtual.

Pense no site como um “cartão de visita” do seu negócio, vai ser a primeira impressão do potencial cliente e, portanto, ele precisa fazer sentido. O design precisa ser harmônico, possibilitando a fácil compreensão de quem acessa para conseguir visualizar coleções, comprar e entrar em contato sem dores de cabeça. Um e-commerce com design que conversa com o propósito de sua marca e intuitivo na hora de usar, pode trazer excelentes lucros para a empresa.

Analise seu target, seu produto/serviço, seu investimento e comece a desenvolver. Não esqueça: visualmente atrativo e naturalmente funcional.

Busca um nicho no mercado calçadista? Confira estas 3 ideias

Querer inovar ou mostrar algo diferente no negócio que deseja abrir é, sem dúvida, o ponta pé inicial. E essa busca pelo novo fica meses em aberto na mente do gestor porque não é fácil. Então, para abrir os horizontes, estas 3 ideias de nicho no mercado calçadista podem ajudar você a se encontrar nesse setor. A partir delas você pode até ter um insight!

* Inclusão: em baby steps, a moda evolui, porém, existe um longo caminho a ser percorrido. Muitas pessoas com pés maiores, que precisam de formas ortopédicas, conforto devido a má formação, entre outros necessidades, sofrem para encontrar marcas que as representem. Criar peças inclusivas torna-se um propósito e um diferencial marcante.

* Sustentabilidade: a ideia do momento, mas que poucas marcas realmente implementam em seu modus operandi. Pensar em um negócio sustentável, desde os processos internos até a entrega do produto, é algo que desperta a vontade e pode gerar a fidelização de muitos consumidores. De novo, faça disso um propósito!

* Personalização: a artesanalidade ainda é um diferencial. Em um mundo mecânico e industrializado, pensar nos detalhes e exclusividade pode trazer mais sucesso e reconhecimento para a futura marca.

Onde você se encaixa e onde terá mais oportunidades? Agora é com você!