Events Industry Council cria mensagem de apoio ao setor de eventos

Confira a mensagem traduzida da EIC (Events Industry Council).

“A realidade do COVID-19 nos lembra que somos uma comunidade global que representa uma rede rica e diversificada de talentos e profissionais dedicados. Também somos lembrados da nossa humanidade comum em nossas vulnerabilidades.

Como indivíduos, agora é a hora de focar no que mais importa: o bem-estar coletivo e a segurança de nossa força de trabalho, participantes dos eventos e comunidades. Essas circunstâncias estão afetando profundamente nossa sociedade como um todo.

Como administradores de nossa indústria, levantamos e mantemos nossos corações com todos aqueles que perderam entes queridos e que enfrentam novas lutas como resultado dessa crise. Nós sabemos que nossos 26 milhões de profissionais do setor fazem parte de um coletivo global e estamos vendo rupturas sem precedentes. Este é o momento de nos apoiarmos da melhor maneira possível, enquanto os sistemas econômicos e de saúde do mundo trabalham em caminho de recuperação.

 Parabenizamos os profissionais de eventos em todo o mundo por manterem seu foco contínuo em apoiar comunidades seguras, saudáveis e inclusivas. Ainda não sabemos com certo grau de certeza qual será o impacto total nas comunidades e na economia mundial; nós sabemos que será significativo.

Enquanto navegamos nessa incerteza, aconselhamos responsabilidade, tomadas de decisão baseadas em empatia, entregues e recebidas com bondade. Somos uma comunidade em que um depende do outro, e de fato juntos somos mais fortes. Vamos trabalhar juntos para o melhor de nossas habilidades para honrar nossos compromissos uns com os outros e com as comunidades que servimos.

Como aprendemos com a experiência, quando enfrentamos esses momentos juntos, mostramos nossa resiliência e nossa determinação. Nós estamos com você neste momento. Vamos unir nossos corações e mentes com um firme compromisso de focar na recuperação e continuar oferecendo recursos para elevar esse setor.

A EIC, em nome de nosso setor e em colaboração com nossos 33 membros, concentrou-se em compartilhar e fornecer recursos educacionais relevantes, ideias e defensa. Continuaremos a procurar maneiras de servir, oferecendo uma voz em apoio à nossa indústria, partes interessadas e missão.

A visão da EIC é enriquecer vidas e impulsionar o crescimento econômico através do poder dos eventos em todo o mundo. Nossa missão é ser a voz global da indústria de eventos de negócios em defesa, pesquisa, reconhecimento profissional e referência. Com uma mentalidade focada em nossos valores, colaboração e empatia, estamos bem posicionados para concentrar nossas energias onde elas são mais bem aplicadas: em apoiar um ao outro.

Em nome das organizações membros do Conselho da Indústria de Eventos.

 Amy Calvert, CEO da Events Industry Council, e Paul Van Deventer, Chair EIC Board, CEO, MPI”.

 Fonte: ABEOC Brasil

Rede social: o trunfo de qualquer negócio

Este é um universo em que qualquer empresa pode explorar. Desde uma gigante da tecnologia como uma Apple até o mercado da sua rua. Entendendo a linguagem da rede e tendo ideias para ações, a rede social torna-se um trunfo para você vender e crescer.

A parte digital é um investimento que poucos empreendimentos têm. Existem muitos segmentos que ainda esnobam esse importante braço. É através das redes que você agrega novos consumidores, alcança visibilidade, pode falar sobre sua marca e está mais próximo do cliente.

Segundo dados do Hootsuite e We Are Social, existem hoje mais de 3,5 bilhões de usuários, representando 46% da população de todo o planeta. Certamente você encontrará seu nicho neste ecossistema!

Mas, calma: é importante planejar qual a melhor rede para investir. Por exemplo: você trabalha com fotografia, será que o Facebook ainda funciona? Você tem um perfil totalmente business, provavelmente o LinkedIn será a melhor opção. Se produz mais conteúdo em vídeo, será que o YouTube não é a sua plataforma? Coloque na balança seu produto/serviço e trace sua estratégia!

Mergulhe nas redes, encontre o melhor canal de comunicação e comece a planejar! #merkator

O que você está precisando, lojista?

Esta é uma relação que com o tempo, vai ganhando mais confiança e força. Um trabalho mútuo em busca de um objetivo: destacar-se no mercado. Por isso, é muito importante a marca estar sempre próxima de seu lojista, apoiando-o em decisões e contribuindo com ideias!

Quer aumentar as vendas e melhorar os números?

. Discuta ações promocionais interessantes que a loja pode promover;

. Troque ideias sobre tendências de mercado;

. Estejam atentos às novidades em lojas: o que funciona e o que já não funciona mais;

. Compartilhem conteúdos relevantes sobre a indústria.

Nada melhor do que inovar junto e crescer junto! #merkator

Propósito: 4 sílabas mágicas

Qual o propósito da sua empresa? Por que ela existe? Apesar destas questões parecerem filosóficas, são extremamente empresariais. É preciso entender o cerne e o motivo de você colocar no mercado seu serviço/produto.

Seu próposito vem da soma do seu público-alvo, seu produto, mais o processo de trabalho e a maneira que deseja se portar na indústria. No momento em que você junta estas peças, tudo vai fazer sentido. O propósito ainda ajuda no faturamento, nas decisões internas, no desenvolvimento de projetos e na longevidade do seu negócio.

Olha só esses propósitos para deixar ainda mais claro:

Google: Organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil.

Dove: Criar um mundo onde beleza seja uma fonte de confiança e não de ansiedade.

Nike: Trazer inspiração e inovação para cada atleta do mundo. Se você tem um corpo, você é um atleta.

Coca-Cola: Refrescar o mundo e inspirar momentos de otimismo e felicidade.

Faz sentido, né? Certamente você conseguiu lincar nome à pessoa agora. Deixa nos comentários qual o seu propósito! #merkator

4 dicas estratégicas para enfrentar a crise

A situação está posta à mesa, e é um cenário global. Primeiro respira. Agora, comece a planejar e encontrar soluções estratégias para enfrentar a crise. É necessário ter os pés no chão, ouvir as recomendações e ter cautela nas decisões. Aliando isso às dicas, certamente o caminho estará mais claro e saudável.

* Preserve o capital de giro: você deve preservar ao máximo seu caixa, renegociando dívidas, contendo despesas e evitando gastos que não sejam necessários neste momento. Economizar, por enquanto, é mais fácil que ganhar!

* Criatividade: é essencial achar soluções criativas agora para manter o fôlego. Monte uma equipe de confiança e por videoconferência, comecem a ter ideias para renovar a forma de fazer negócio. A criatividade vai salvar sua empresa!

* On-line: esse universo é muito eficaz e agora você deve tirar o máximo. Crie ações para fixar sua marca na lembrança do cliente via redes sociais, as ferramentas existem e você precisa aproveitá-las.

* Qualifique os colaboradores: mantenha-os fazendo cursos on-line, existem muitos gratuitos, e tire esta época para o conhecimento. Com certeza futuramente vai agregar muito nos negócios, além de manter sua mente ativa e saudável.

Sente, organize sua estratégia e respire! Novas oportunidades surgirão.

A distância física não pode afastar você do seu cliente

Com a necessidade de trabalhar remotamente e existir por enquanto a distância entre profissional – empresa, a relação com seu cliente precisa se intensificar. É necessário mostrar-se presente diariamente, acompanhando seus movimentos por redes sociais e mostrando a importância do trabalho em conjunto entre vocês.

A comunicação é vital para manter o bom fluxo de trabalho, portanto:

. Realize reuniões por videoconferência;

. Busque novidades e insights bacanas que agregam neste momento para ele;

. Fique por dentro da saúde do negócio e ajude com alternativas;

. Esteja disponível e aberto.

A presença, mesmo distante, faz muita diferença.

Em 2 meses, a exportação de calçado somou US$ 166,7 milhões!

No primeiro bimestre deste ano, antes do COVID-19 se tornar pandemia, a exportação de calçado somou US$ 166,7 milhões, foram 23 milhões de pares embarcados, segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados!

No Brasil, os três estados que se destacaram na exportação internacional foram: Rio Grande do Sul, Ceará e São Paulo.

É preciso valorizar o setor calçadista, pois quando o mundo se normalizar pós-epidemia, esse segmento vai ajudar a girar a economia novamente!

Confira a matéria completa no site da ABICALÇADOS: https://bit.ly/33M1V1G