Uma solução para colocar o seu negócio nos trilhos

A consultoria empresarial é uma solução que serve para qualquer tipo de negócio. Independente do porte da empresa, sempre existem pontos e oportunidades para evoluir na gestão.

Diagnosticar problemas, reestruturar processos, planejar um crescimento sustentável ou estudar a viabilidade de novos projetos são alguns dos serviços que uma consultoria pode oferecer para auxiliar o empreendedor a melhorar sua gestão. Busque uma orientação especializada para promover o desenvolvimento da sua empresa.

Transformar os conflitos em oportunidades

Em equipes, é natural que existam divergências. Uma gestão empresarial eficiente precisa lidar com esses conflitos, mediando impasses entre pessoas. A ideia é diminuir os impactos negativos e achar soluções propositivas para os problemas. Algumas medidas podem ajudar o gestor no papel de conciliador:

– Identificar as causas das situações conflitantes
– Apresentar-se como um ponto de equilíbrio, com capacidade de ouvir todos os lados
– Estimular o diálogo e sugerir a criação de propostas pensadas em conjunto

E claro que o trabalho do gestor não termina por aí. Após a mediação, é preciso colocar em prática as ações combinadas e acompanhar os desdobramentos. Que tal transformar esse momento em uma oportunidade para a empresa pensar no bem-estar dos seus funcionários, impulsionar a produtividade e oferecer qualificações para o seu time? Aproveite para fortalecer o seu negócio.

Qual o modelo de liderança você exerce?

Se no passado um líder era associado a uma figura centralizadora e distante dos funcionários, atualmente esse modelo mudou. O gestor que busca a liderança é aquele que inspira, gerencia pessoas e suas personalidades, alguém que tem uma visão mais ampla dos negócios. Mais do que estar presente no cotidiano dos colaboradores, acompanhando as atividades e motivando equipes, a sua missão é influenciar pelo exemplo, comunicar e conectar.

O verdadeiro líder está preocupado com o quadro geral e focado no propósito do seu negócio. E você, já pensou no modelo de liderança que exerce?

Descentralizar a gestão gera resultados

Delegar poder sobre a gestão de empresas não é uma ação simples. No entanto, o medo de atribuir responsabilidades para sua equipe pode atrapalhar os resultados. Se você está com dificuldades para distribuir tarefas, a #Merkator te dá 4 dicas de onde começar:

Envolva sua equipe
Envolva nas discussões todas as pessoas que serão impactadas pela decisão, essa atitude deixa sua equipe com um sentimento de pertencimento.

Valorize a diversidade
Valorize as experiências e competências dos seus funcionários, descubra o que eles têm em comum e o que pode estimular a participação colaborativa.

Menos crítica, mais mente aberta
Evite críticas antecipadas antes de ouvir uma ideia, abra mão de defender só o seu ponto de vista. O processo de escuta é fundamental: ouça cada proposta com o foco nas contribuições que elas possam trazer.

Evite conflitos
Tente minimizar os antagonismos, crie um ambiente que estimule o convívio, isso aumenta a confiança das pessoas.

Os pequenos gestos fazem um grande atendimento

O atendimento é a veia pulsante do seu negócio. É o contato mais próximo da marca com o seu público. Por isso, torna-se um elemento bem importante no dia a dia. É necessário que a gestão esteja sempre atenta às técnicas, buscando melhorar a experiência de relacionamento do colaborador com o consumidor.

Pequenos gestos, desde perguntar como vai o dia até oferecer bebidas e comidas, de não deixar esperando até ser um ouvinte do cliente, fazem a diferença. Isso salta aos olhos deles e, quando bem atendido, faz com que ele volte.

4 perguntas que todo gestor deve se fazer

É desafiador gerir um negócio. E, às vezes, devido a pressão do dia a dia alguns elementos-chave da marca podem ser deixados de lado. Para evitar isso, a #Merkator separou 4 perguntas fundamentais que todo gestor deve se fazer. Seja para clarear as ideias ou mesmo reforçá-las.

Quais são meus concorrentes?

É essencial a identificação da concorrência. Afinal, é a partir dela que você pode se basear para melhorar a estratégia, desenvolver novos produtos e fazer uma entrega melhor para o público-alvo compartilhado. Se ainda não sabe, comece sua pesquisa de mercado imediatamente.

Minha equipe está motivada?

Time motivado é sinônimo de bons resultados. Crie estratégias internas que provoque seus colaboradores a se inspirarem e sempre melhorarem o trabalho. É uma via de mão dupla: você precisa deles e eles de você. Deixar essa relação leve, positiva e afinada é incrível para os negócios.

Devo pensar em realizar parcerias?

Colaborações entre marcas despertam a animação do público. Já conferiu o bate-papo entre a Netflix, Amazon Prime e Disney+ recentemente? Mesmo que exista competição, muitas vezes uma parceria pode trazer resultados incríveis e para todos os negócios envolvidos.

Minhas ações estão de acordo com meu propósito?

Propósito é o seu guia, é ele que define estratégia e coloca o negócio nos trilhos. Sempre tenha em mente se está agindo de acordo com ele e se suas ações estão bem alinhadas. Basta uma pitada de ansiedade para se perder, por isso, deixe sempre claro para todos no que a marca acredita!

Volume reduzido, desconto estratégico e atemporalidade: brand equity protegido

Nos últimos meses, algumas visões de mercado foram renovadas. Para manter os negócios saudáveis, os gestores optaram por estratégias possivelmente diferentes do que vinham fazendo para proteger o brand equity. Afinal, o valor agregado da marca é uma construção de anos e a percepção do consumidor sobre ele não pode mudar. Essas três ideias foram fundamentais e ajudaram as empresas!

* Volume reduzido: baixe a produção, mas não perca qualidade. Os clientes quando fidelizados, confiam 100% na marca, portanto desapontá-los com um produto inferior pode fazer você perder público.

* Desconto estratégico: grandes players como Zara e H&M utilizaram descontos curtos e estratégicos em novas coleções, o que levou a estoques esgotados, preços mantidos e aumento de vendas. Ação no momento certo e para o público certo trouxe bons frutos.

* Atemporalidade: como ninguém sabia ou sabe até quando vai a pandemia, as coleções de moda atemporal, como lingerie e sleepwear, se destacaram. O conforto foi decisivo para o público, sendo que as compras e os acessos on-line desses produtos cresceram em comparação ao ano passado.

Possibilidades surgiram com muito sensibilidade nos negócios e olhar atento.

Desafios: essenciais para qualidade e longevidade

Como você se relaciona com os desafios? Você busca por eles? Porque hoje, mais do que nunca, eles são essenciais para manter os negócios de pé. Você pode associá-los a novas parcerias, novos públicos, e, sobretudo, novos projetos. O risco é uma constância dentro das empresas porque é através dele que novas possibilidades surgem. E um bom gestor sabe que a possibilidade motiva a sair do comum.

Claro, bate o medo de renovar e abandonar algo que já dá certo. Mas basta você aliar o que já funciona com as novas oportunidades e, certamente, algo muito bom pode acontecer. Por isso: desafie-se diariamente e explore terrenos diferentes que isso fará um bem enorme para o negócio.

Gestão: o segredo do trabalho remoto

O trabalho home office oferece muitos benefícios, tanto para o colaborador quanto à empresa. Porém, o olhar do gestor precisa estar ainda mais apurado para gerenciar as atividades, a produção de sua equipe e a qualidade do desempenho de cada um.

O gerenciamento do seu time remoto é um desafio interessante e inovador. Com essas dicas, você aprimora sua experiência profissional e fica mais familiarizado com a tecnologia.

* Reuniões: nem tudo se resolve por e-mail e escutar as vozes dos funcionários é importante para você entender como estão. Essa deve ser uma prática frequente para estreitar a relação, pois, mesmo distante, a aproximação entre pessoas é necessária. Faça reuniões semanais mais longas e diárias mais objetivas para colocar todos na mesma página.

* Horários: não é porque está em casa que os horários devem ir para o espaço. Estabeleça horas fixas para almoço e de iniciar os trabalhos. Lembre-se: freelancer é uma coisa, trabalho remoto é outro.

* Gerencie: acompanhe atividades, faça revisões, confira os horários e esteja por dentro do passo a passo dos trabalhos. O gestor é fundamental para manter um excelente fluxo e evitar distrações.

* Tecnologia: sem ela, não existe trabalho remoto. Forneça boas ferramentas para a equipe trabalhar, com um canal completo de comunicação e fácil acesso às pastas de rede ou arquivos. Investindo em uma boa infraestrutura, você investe em qualidade.

Com esforço e dedicação, o trabalho remoto funciona tão bem quanto o presencial. Basta uma equipe focada e um gestor paciente.