Invista no processo de onboarding

O onboarding, processo de integração de um novo colaborador à equipe, cultura e organização da empresa, é uma tarefa muito importante. Construir essa prática envolve algumas etapas como orientação, supervisão, treinamento e acompanhamento.

Receber bem o novo funcionário, incluí-lo nas rotinas e prestar todo o suporte para engajá-lo na nova experiência contribui para um bom clima organizacional e reduz a rotatividade de pessoal.

E você, investe no processo de onboarding? Conta aqui pra gente como funciona a integração de novos funcionários na sua empresa!

Trabalho híbrido: uma tendência que veio para ficar

Passado mais de um ano de pandemia, o trabalho híbrido se apresenta como uma forte tendência no mundo corporativo. Esse modelo que alterna na semana entre dias no escritório e dias em home office tem se mostrado vantajoso para as empresas: o escritório físico pode ser agora em um espaço menor e mais barato, por exemplo. Mas para esse sistema dar certo, é preciso entrar de cabeça em uma nova mentalidade.

As empresas agora necessitam desenvolver uma liderança que esteja aberta a testar novas possibilidades de comunicação e colaboração. Também é indispensável oferecer às equipes condições tecnológicas para que trabalhem com eficiência em diferentes lugares. Por isso, vale destacar: mais do que nunca a gestão será peça fundamental para organizar esses novos modelos de trabalho.

Conte pra gente, deixe aqui nos comentários: qual o modelo de trabalho que a sua empresa está adotando?

Você já ouvir falar em job rotation?

Você já ouviu falar em job rotation? É uma estratégia adotada por organizações que desejam potencializar o aprendizado e o aproveitamento máximo de seus funcionários. Funciona assim: o colaborador é alocado em diversas áreas para que ele se torne um profissional com mentalidade ampla sobre o funcionamento da empresa. A ideia é que ele esteja preparado para assumir qualquer posição dentro da companhia, com mais maturidade profissional para encarar as novas demandas de consumidores exigentes, sem mencionar o fato de que essa é uma das melhores maneiras de trabalhar o espírito de liderança.

Outra vantagem dessa técnica é que estimula o espírito de liderança e torna o ambiente de trabalho mais dinâmico e desafiador, retendo os melhores talentos do mercado.

Para implementar o job rotation em sua empresa você vai precisar acionar o departamento de Recursos Humanos para elaborar um levantamento das competências dos colaboradores, além de uma avaliação de cada setor onde serão realizadas as dinâmicas e, por fim, destacar mentores que irão acompanhar o projeto. Com a metodologia em prática, você expande os conhecimentos do seu time e melhora os resultados do seu negócio.

Como gerir melhor o seu tempo?

Responda com sinceridade: você é um bom gestor do seu tempo? As demandas cotidianas são muitas, as atividades se acumulam, reuniões e imprevistos de última hora são comuns durante o dia. Quando esse turbilhão se apresenta, muitos se perdem nas prioridades e esse cenário pode desencadear até mesmo ansiedade. Que tal se organizar? A Merkator te dá 3 sugestões de ouro.

1. Planeje o seu dia
Comece o dia mapeando as tarefas, assim você tem ideia de quanto tempo cada atividade demanda.

2.Priorize atividades
Faça o que realmente importa, execute primeiro as tarefas que necessitam de entrega urgente.

3. Evite distrações
Mantenha o foco, evite interrupções.

Empreender não tem idade

Você acredita que existe uma idade ideal para empreender? De acordo com um estudo americano, não. Pesquisadores do Instituto Politécnico Rensselaer apontaram que os empreendedores na casa dos 50 anos mostraram maior sucesso financeiro e nível de satisfação do que os de faixas mais jovens. O que faz a diferença? Capital e experiência.

A idade não tem influência na sobrevivência de uma empresa. Por isso é importante valorizar a trajetória profissional, as habilidades e conhecimentos desses empreendedores.

Você já ouviu falar em felicidade corporativa?

Você já ouviu falar em felicidade corporativa? Com a pandemia esse tema ganhou força e nada mais é do que nutrir um ambiente de trabalho leve, que permita aos funcionários exercer suas melhores habilidades, sentindo que sua contribuição é importante para o atingimento de metas da empresa.

Aumento dos salários, promoções de cargos, bônus ou benefícios são importantes para a valorização do time, mas ter um espaço de fala, com programas de bem-estar e saúde mental são fundamentais para promover a felicidade corporativa.

É preciso que o colaborador se sinta pertencente ao grupo. A ideia é que a felicidade não venha apenas do que se recebe, mas também de como se sente. Está ligada ao sentimento de valorização e trabalho significativo. Investir em atividades de bem-estar apoiam o desenvolvimento da equipe.

Desenvolva as soft skills da sua equipe

Em um mercado tão competitivo, as empresas buscam cada vez mais a qualificação dos seus colaboradores para impulsionar resultados. No entanto, apenas competências técnicas não bastam. É aí que entram as chamadas soft skills. Elas são habilidades comportamentais relacionadas a maneira como o profissional lida com o outro e consigo mesmo. Quanto mais positivamente ele consegue tratar as situações ambientais e psicológicas, maiores são suas soft skills.

Se você é um empreendedor, empresário ou gestor de um time, vai precisar saber como desenvolver esse tipo de habilidade do seu time. Priorize uma boa comunicação baseada em feedbacks, incentive a colaboração entre os funcionários e saiba reconhecer potenciais: com essas práticas aplicadas em seu grupo, você garante o crescimento do seu negócio e da sua equipe.

Transformar os conflitos em oportunidades

Em equipes, é natural que existam divergências. Uma gestão empresarial eficiente precisa lidar com esses conflitos, mediando impasses entre pessoas. A ideia é diminuir os impactos negativos e achar soluções propositivas para os problemas. Algumas medidas podem ajudar o gestor no papel de conciliador:

– Identificar as causas das situações conflitantes
– Apresentar-se como um ponto de equilíbrio, com capacidade de ouvir todos os lados
– Estimular o diálogo e sugerir a criação de propostas pensadas em conjunto

E claro que o trabalho do gestor não termina por aí. Após a mediação, é preciso colocar em prática as ações combinadas e acompanhar os desdobramentos. Que tal transformar esse momento em uma oportunidade para a empresa pensar no bem-estar dos seus funcionários, impulsionar a produtividade e oferecer qualificações para o seu time? Aproveite para fortalecer o seu negócio.

Como cuidar da saúde mental no home office?

O home office ainda é uma realidade para alguns profissionais, mesmo para aqueles que já estão em modelo híbrido. Passado quase um ano de pandemia, ainda é preciso estar atento para que a rotina de trabalhar em casa não afete a sua saúde mental. Para que você tenha um cotidiano mais agradável, que tal adotar algumas táticas? A Merkator separou algumas dicas que vão te ajudar.

Planeje suas tarefas
Antes de começar qualquer tarefa, planeje-se e organize as demandas por prioridade. Tire todas as suas dúvidas com gestores e colegas para dar encaminhamento às atividades e arregace as mangas com tudo em ordem.

Evite distrações
Em horário de trabalho, é importante manter o foco. Às vezes é difícil, mas procure se manter alheio aos barulhos de vizinhos, evite checar a todo instante o celular. Pode ser tentador assistir TV, mas não é o mais indicado porque pode atrapalhar a sua produtividade.

Aproveite a pausa do almoço
As pausas são importantes e servem como um respiro para a mente, um descanso. Mantenha em home office o mesmo horário de almoço que você tem no trabalho presencial, isso ajuda a organizar uma rotina estável.

Estabeleça horários e crie momentos seus
É importante que você estabeleça os horários de trabalho e respeite os de descanso. Crie momentos seus assim que encerrar o expediente: desligue seu laptop, ouça música, aproveite o tempo para colocar a leitura em dia, quem sabe até mesmo cozinhar algo que você goste. O importante é definir limites e dividir o que é “profissional” do que é “pessoal”.

Mantenha as relações mesmo à distância
Manter contato com os colegas de trabalho ajuda a diminuir a sensação de isolamento. Continue trocando ideias, inclusive a respeito de amenidades como séries e leituras, isso fortalece os seus laços de coleguismo.

Qual o modelo de liderança você exerce?

Se no passado um líder era associado a uma figura centralizadora e distante dos funcionários, atualmente esse modelo mudou. O gestor que busca a liderança é aquele que inspira, gerencia pessoas e suas personalidades, alguém que tem uma visão mais ampla dos negócios. Mais do que estar presente no cotidiano dos colaboradores, acompanhando as atividades e motivando equipes, a sua missão é influenciar pelo exemplo, comunicar e conectar.

O verdadeiro líder está preocupado com o quadro geral e focado no propósito do seu negócio. E você, já pensou no modelo de liderança que exerce?