Inspire-se em 3 personalidades femininas que exercem posições de liderança.

A representatividade feminina em cargos de liderança no mundo nunca foi tão alta, mas ainda temos que avançar. Segundo os últimos dados de pesquisa do IBGE, aqui no Brasil, apenas 37,4% dos cargos gerenciais são ocupados por mulheres. A #Merkator separou 3 personalidades femininas que exercem posições de liderança para incentivar novos talentos e inspirar empresas a apostar na diversidade. Vamos lá?

1. Luiza Trajano
A presidente do conselho de administração do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil é uma das maiores referências empresariais e do setor varejista no Brasil.

2. Paula Paschoal
A CEO do PayPal Brasil é conhecida por ser uma das líderes mais ativas pela inclusão feminina no mercado.

3. Ana Karina Bortoni Dias
A CEO do BMG é a primeira executiva de um banco no país.

Tem mais alguma liderança empreendedora que você considera uma inspiração? Conta aqui pra gente, vamos trocar experiências!

O empreendedorismo ganha força entre os jovens brasileiros.

O empreendedorismo brasileiro ganhou força nos últimos tempos. Entre janeiro e abril deste ano, 1 milhão de pequenas e micro empresas foram abertas no país. E um levantamento realizado pela Globo chama atenção: 24% dos jovens das classes A, B e C com até 30 anos já são empreendedores e 60% querem ter um negócio próprio no futuro. Autonomia no trabalho, independência financeira e a vontade de oferecer um produto/serviço inovador no mercado são os desejos dessa parcela significativa da juventude.

Abrir um negócio é sempre um grande desafio, por isso, para quem está começando é importante realizar um plano de negócios, com metas estratégicas e financeiras. Procurar orientação especializada é sempre uma boa pedida.

Você já ouviu falar no empreendedorismo corporativo?

O empreendedorismo corporativo é o processo de empreender dentro da empresa na qual trabalha, gerando inovação, propondo melhorias nos processos, sugerindo soluções para maximizar os resultados.

Esse tipo de atuação é comum em profissionais que têm espírito criativo e inovador, com visão sistêmica, facilidade de comunicação e bom relacionamento interpessoal.

Você já identificou alguma liderança empreendedora na sua organização? Conta aqui pra gente, vamos trocar experiências!

Dicas de atitudes empreendedoras

Ser empreendedor envolve conhecimentos técnicos e adquiridos, mas não só isso: é preciso ser norteado por posturas e ter uma visão de quem busca soluções e oportunidades mesmo em um cenário de crise. Quer adotar atitudes empreendedoras na sua rotina? Então confira essas dicas que a Merkator separou para você. 

  1. Busque conhecimento
    Estude, atualize-se e esteja aberto para desenvolver novas habilidades.
  2. Desenvolva a liderança
    Identifique habilidades em seus colaboradores, conduza e desenvolva pessoas.
  3. Saiba identificar tendências
    Seja proativo e fique ligado no que está acontecendo no mercado.
  4. Seja curioso
    A curiosidade impulsiona o empreendedor a descobrir novas oportunidades, estimula a vontade de aprender e conhecer outras realidades a serem aplicadas no negócio.

    A atitude empreendedora pode ser o seu diferencial, tanto como idealizador de um novo negócio como colaborador de uma empresa. É uma mentalidade que pode ser desenvolvida e que impulsiona as chances de sucesso. Gostou das dicas? Deixe um comentário e compartilhe com os seus parceiros de negócio.

Empreender não tem idade

Você acredita que existe uma idade ideal para empreender? De acordo com um estudo americano, não. Pesquisadores do Instituto Politécnico Rensselaer apontaram que os empreendedores na casa dos 50 anos mostraram maior sucesso financeiro e nível de satisfação do que os de faixas mais jovens. O que faz a diferença? Capital e experiência.

A idade não tem influência na sobrevivência de uma empresa. Por isso é importante valorizar a trajetória profissional, as habilidades e conhecimentos desses empreendedores.