Datas comemorativas: mais do que vender, experienciar

Sem dúvida, o varejo sempre se beneficia com datas comemorativas como o Natal, páscoa, entre outras. No entanto, muito mais do que cards nas redes sociais ou simples ofertas, é bacana criar experiências para cada data. Ir além dos 10, 30 ou 50% de desconto que podem ser dados aos consumidores.

Desenvolva ações de engajamento interessantes nas redes sociais, faça uma dinâmica híbrida entre digital e loja física, crie vitrines interativas ou que proporcionem uma experiência imersiva, repense a disposição dos produtos na loja e o atendimento dos vendedores, ou seja, crie uma estratégia envolvente que não foque apenas na venda momentânea, mas que permaneça na mente do seu cliente. Ele vai lembrar disso e retornar ao seu estabelecimento.

É preciso existir um laço de afeto entre consumidor – marca, e sempre deve ser reforçado.

A venda precisa ser uma experiência incrível

Não é de hoje que a palavra “experiência” não sai da boca dos gestores, influenciadores e analistas. Porque realmente é essencial! Os consumidores estão tomando um caráter exigente, buscando por serviços/produtos que realmente toquem o coração, proporcionando sensações além da compra em si. E, mesmo parecendo uma estratégia abstrata, a experiência pode estar no ponto de venda, na abordagem com o consumidor, na comunicação do negócio, no pós-venda ou nos diferenciais do produto.

Mas, para chegar lá, você pode seguir 4 regrinhas essenciais que ajudam nesse processo:

* Ouça seu cliente, ouça o cliente de outras marcas, entenda o que eles esperam e faça;

* Foque no seu propósito e seja guiado por ele, com certeza vai achar respostas;

* Desenvolva a experiência com uma equipe interdisciplinar, trazendo pontos de vista diferentes para o projeto;

* Encontre seu nicho e invista em experiências que este público precisa.

É um trabalho de descoberta, com erros e acertos. Mas com a estratégia certa e o time certo, podem sair experiências incríveis do seu negócio!