Cuidado pessoal precisa ser um ritual!

Provavelmente você vem escutando cada vez mais a palavra skincare, um cuidado essencial popularizado hoje em dia pelos influenciadores. Mas agora, para além do rosto, os consumidores estão em busca de cuidados com mãos e pés também.

A tendência pesquisada pelo WGSN aponta que as pessoas estão cuidando

minuciosamente e em tempo integral desses dois extremos, com tratamentos noturnos com aromas relaxantes para ajudar a dormir e acalmar a mente. Isso, principalmente, por conta do coronavírus, que tornou em necessidade essencial a higienização e hidratação constante dessas partes.

Ou seja, cada vez mais há procura por produtos com efeitos terapêuticos e imersivos, ganhando destaque até 2023. Matérias-primas como camomila, lavanda, cogumelos, óleos naturais em geral serão o foco a partir de agora do público.

O poder das cores para atravessar a pandemia

A pandemia do COVID-19 mostra um cenário inédito, inimaginável há 6 meses. Neste período em que viver está sendo um aprendizado diário, com muitas dúvidas e incertezas, é preciso se agarrar em alguma cura ou modo de se sentir melhor. Aí entra o poder das cores. Segundo o WGSN, nos próximos anos as colorações terão uma grande relevância para ajudar as pessoas a se curarem fisicamente e emocionalmente. Elas devem auxiliar as pessoas a também lidarem melhor com sentimentos conflituosos.

A pesquisa das cores de beleza desta estação traz os elementos sensoriais, como o gosto, toque, cheiro e visão, como maior inspiração. A paleta se divide em dois temas:

Natureza Realçada com tons que podem alegrar o humor, energizando corpo e mente com cores terapêuticas.

Já a paleta Prazeres do Cotidiano foca em tonalidades elementares e calmantes com um apelo mais equilibrado e protetor.